Como importar

3

outubro 9, 2012 por mgattialves

O post ficou longo mas vale a pena ler.
Atualmente trabalho com comércio exterior, mas quando comecei a importar não tinha muito conhecimento, fui pesquisando, conversando com quem já importava, e com o passar do tempo fui adquirindo experiência. Ou seja para começar a importar não é necessário nenhum tipo de conhecimento específico.

Como importar?
Para importar é necessário duas coisas: cartão de crédito internacional e paciência.
Cartão de crédito internacional por uma questão lógica que não há como pagar de outra forma. Na maioria dos sites é usado o modo de pagamento PayPal, um site que só cuida de pagamentos e que qualquer um pode se cadastrar. Considero um site seguro pois nunca tive problemas e não conheço ninguém que teve, além disso o bom do PayPal é que você fica sabendo o valor a ser pago na finalização da compra. Em determinados sites você também usa o cartão de crédito porém paga através dele mesmo (sem intermédio do PayPal), mas considero essa forma um pouco arriscada, pois o valor a ser cobrado depende da cotação do dólar do dia de fechamento de sua fatura. Por exemplo, suponhamos que você compre algo hoje dia 8 com dólar a US$ 2,10; e o dia de fechamento da sua fatura seja dia 20, e no dia 20 o dólar esteja a US$ 2,15; ou seja você acaba perdendo mais dinheiro do que se tivesse pago com PayPal. Óbvio que se o dólar cair você acaba saindo no lucro, mas ainda assim acho arriscado.
Gente paciência é necessário, você não precisa ter, mas conforme você for importando irá adquiri-la inconscientemente. Vou confessar que quando eu compro algo eu fico ansiosa esperando para ter o produto logo, mas não é nada insuportável, não fico pensando mil vezes por dia nisso.

Como comprar?
Você descobre um site estrangeiro e se interessa pelos produtos, a primeira coisa a fazer é descobrir para quais paises ele envia (nos sites há informações para onde eles exportam). Caso ele envie, o processo será igual aos sites de compras brasileiros, escolher os produtos, colocar no carrinho e finalizar a compra. Na finalização o site te dará as opções de frete (o Shipping):
– First Class -> envio mais barato, mais demorado, sem rastreio e sem seguro . Mesmo tendo todas essas desvantagens é o que eu mais uso, porque é o menos visado para tributação de impostos. Os fiscais das alfândegas sabem que ninguém vai ser louco de comprar um IPhone e pedir esse rastreio pois o prejuízo caso haja o extravio seria muito grande, portanto é o envio para produtos mais baratos. Já comprei mais de 50 dólares e pedi por esse rastreio e nunca tive problemas de ser taxada ou ter a mercadoria extraviada. O tempo máximo que esperei por uma mercadoria nesse modo foi 1 mês e 20 dias, o mínimo 10 dias, porém a média é QUASE que sempre demorar em torno de um mês.
– Priority Mail -> envio intermediário, mais caro que o First Class, mais rápido, com rastreio e com seguro. É um tipo de rastreio visado para taxação, portanto a chance de ser taxado nesse enviou é bem maior do que no First Class. Na verdade ele é mais rápido em teoria, pois se passar direto na alfândega ele chegará rápido até você, porém se for barrado ele ficará em média 3 semanas para emitir a nota fiscal, ou seja, talvez leve o mesmo tempo que o First Class e ainda será tributado.
– Express Mail -> envio mais rápido, mais caro, com rastreio e seguro. Escolher esse é praticamente assinar uma sentença de tributação, não há como escapar da alfândega com esse modo. Claro que você só vai pedir esse frete caso seja um produto muito caro, porém tem que estar ciente que além do preço do produto irá pagar o alto preço do frete e o imposto que gira em torno de 60%.

– Courrier -> empresas de envio global, como FedEx, DHP, UPS… a sua encomenda chega rápido (beeem rápido), mas o imposto é pago sempre, pois antes mesmo da mercadoria chegar ao Brasil ela já foi tributada. Esse frete não compensa, pois o envio ficará mais caro que o valor do produto.

Independente do modo de frete que você escolher, o preço para cada tipo de frete é escolhido pelo peso, quantidade ou fixo; porém GERALMENTE é pelo peso.

Sobre taxação de produtos
A regra, lei do país é taxar SEMPRE, a exceção é não taxar. Então se você comprou algo e foi obrigado a pagar imposto não há o que fazer, quem importa está arriscado a isso. Mas há algumas dicas para evitar ser taxado (vou falar mais abaixo). Já fiz mais de 40 compras e fui taxada apenas uma única vez, e só fui taxada pois a loja que comprei está sendo visada pelos fiscais (a loja envia uma caixa branca com fita de cetim roxa, acaba chamando atenção). Geralmente a taxa é de 60% sobre o valor do produto + o frete, mas essa porcentagem depende do valor onde você mora e o tipo de produto. Quando fui taxada foi de 60%, pois moro em SP e o produto era um cosmético.
A lei federal diz que qualquer mercadoria deve ser taxada caso seja de pessoa jurídica para pessoa física ou PJ, exceda US$ 50 dólares, e que não seja produto marcado como GIFT – essa observação quem coloca é o vendedor ou a loja que você está comprando.
Porém para a nossa sorte muitas compras são passadas sem serem tributadas, já que o volume de mercadorias que entram no país é superior ao número de trabalhadores na alfândega, por isso os fiscais não dão conta de olharem encomenda por encomenda, e acabam liberando as que eles olham e julgam isentas de tributação.
Se você comprou uma mercadoria e recebeu o número de rastreio e vê no site dos Correios TRIBUTADO/ EMISSÃO DE NF significa que o produto foi taxado e irá para uma central de emissão de notas fiscais (ou emissão de DSI, caso o produto seja acima de US$ 500,00), lá eles vão calcular o valor do imposto sobre a mercadoria. Dessa forma você receberá um telegrama do correio em sua casa informando o valor a ser pago de imposto e onde você deve retirá-lo (sempre será na agência dos Correios mais próxima de sua casa). Quando o produto não é taxado você o recebe em casa, como suas correpondências normais.


Alfândegas brasileiras

Há 3 principais alfândegas no país:
– São Paulo, que recebe mercadorias de grande volume e grande valor declarado na nota fiscal. Geralmente as mercadorias com frete tipo Express Mail e as Courrier.
– Rio de Janeiro, recebe de médio a grande volume. Geralmente as mercadorias tipo Priority Mail.
– Curitiba, recebe mercadorias pequenas e de pequeno valor, geralmente as First Class.
Em todas elas há os ‘canais’, que são os primeiros locais de triagem da mercadoria, é lá que o futuro de sua mercadoria será definido. Quando uma mercadoria vai para o canal verde ela entra no país direto, sem tributação. Quando entra no canal vermelho a mercadoria será inspecionada para uma possível taxação. Se cair no canal vermelho é quase que 99,99% de chances de ser tributado.

Dicas para evitar ser taxada:
– Dê preferência para comprar de pessoa física (como Ebay). Alguns sites de pessoa jurídica também colocam nome de pessoa física para não chamar atenção. Caso compre de pessoa júridica não será obrigatoriamente taxado, já comprei várias vezes e não fui taxada.
– Compre ‘picado’, evite fazer compras muito grandes, pois o valor da compra vem em uma nota fiscal que vem junto a mercadoria. Quanto maior o valor, maior as chances de ser taxado.
– Dê preferência aos fretes mais baratos.

O risco da sua mercadoria sofrer tributação sempre existirá, mesmo que você tome os devidos cuidados, então antes de comprar fora faça as contas, calcule se CASO o produto for taxado ainda sim será lucro comprá-lo em outro país.

No próximo post vou ensinar como comprar no Ebay.
Beijos 🙂

3 pensamentos sobre “Como importar

  1. maurilio da silva disse:

    De um tempo pra ca mudou muito né, principalmente quando passa pela alfandega de Curitiba, lá é dificil de escapar…

  2. Marco disse:

    Michele,a como sempre outro ótimo post, obrigado .. me ajuda em uma questão… a minha encomenda da china está marcada . como chegada a Curitiba, sujeito a fiscalização geralmente , por sua experiência , qual prazo padrão para uma definição se será taxado ou não para liberação do produto a alfandega de Curitiba?..

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Arquivos

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

%d blogueiros gostam disto: